Archive | 2:44 am

Dancing Cheetah – 2º temporada

15 Apr

Dancing Cheetah_2º temporada
Lounge 69 – todos os domingos de maio
Prudente de Moraes, 416 – Ipanema

pós-baile funk, cumbia, tropical, mashups, balkan, afro, tecnobrega, guitarrada, rock 00’s, eletronica 00’s, global guettotech

residentes:
João Brasil, Pedro Seiler e Chico Dub

3 de maio> Maurício Valladares (Ronca Ronca/ Oi Fm)
Mauval, como é carinhosamente apelidado por uma legião de admiradores, é um das principais influências da Dancing Cheetah. Através do seu anárquico e desorientador programa de rádio Ronca Ronca, transmitido pela Oi Fm, Mauval abre semanalmente a cabeça de milhares de ouvintes Brasil a fora. Com um conhecimento enciclopédico sobre tudo quanto é tipo de música, Mauval nos ensina a cada programa que só existem dois rótulos musicais: música boa e música ruim. Uma lenda.

10 de maio> El Remolón (ZZK Records/ Argentina)
O argentino El Remolón, de Buenos Aires, Argentina, é um dos mais ativos membros do coletivo de Djs e produtores ZZK (leia-se Zizek). Fazendo uma fusão de ritmos folclóricos latinos, especialmente a cumbia colombiana, com um sem número de gêneros (reggae, electro, IDM, funk carioca, kuduro, dubstep) no que ficou conhecida como cumbia digital, o ZZK é hoje o principal produto de exportação argentino. Depois de passar por alguns dos principais festivais de novas tendências musicais, como os norte-americanos South By Southwest e Coachella, o ZZK chega pela primeira vez ao Brasil para divulgar sua irresistível versão eletrônica da cumbia, gênero ouvido compulsivamente em toda a América Latina.

17 de maio> Lucas Santtana
Um dos mais talentosos músicos da nova geração de artistas brasileiros, o baiano-carioca Lucas Santtana também é um DJ de mão cheia. Prestes a lançar seu quarto disco, uma nova, experimental e ousada expansão do formato voz e violão, Lucas Santtana vai mostrar na Dancing Cheetah sua pesquisa musical envolvendo ritmos jamaicanos, africanos e latinos.

24 de maio> Marcelinho da Lua
Marcelinho da Lua é um dos mais queridos Djs e produtores cariocas. Ícone do drum & bass nacional, seja em seus discos solo, sets explosivos de ragga jungle e incursões a música Brasileira, tanto no BossaCucaNova quanto em remixes, Da Lua também apaixonado pela música latina e caribenha. Dono de técnica invejável, espere por mixagens perfeitas e grande alegria, suas marcas registradas.

31 de maio> FAROFF (Brasília)
Leo Bursztyn, o Faroff, é um dos maiores expoentes de cena de mashups do Brasil. Ex-membro do Móveis Coloniais de Acajú, esse brasiliense mistura em suas produções Gwen Stefani com Los del Rio (aquele da Macarena!), música dos Balcãs com Gretchen, e Beatles com LCD Soundsystem. Quando não está em Brasília, aonde é residente da cult Cansei de ser Cult, Faroff viaja pelo Brasil e Estados Unidos (onde mora metade do ano), se apresentando nos mais importantes eventos de mashup do mundo (como a festa Bootie). Faroff parece nascido para tocar na Dancing Cheetah. Com certeza vai promover com João Brasil um duelo dos mashups mais absurdos e deliciosos que já se tiveram notícia.


Aguardem mais infos!

Dancing Cheetah Mixtape: Chimp Mix

15 Apr
arte de filipe "mustache" raposo

arte de filipe "mustache" raposo

É com muito orgulho que a Cheetah apresenta a sua primeira mixtape: Chimp Mix. Vamos ao set list:

1 – Baile Parangolé – João Brasil
2 – Kini Soni – Ms Scandalous
3 – Thunderstruck (Crookers Remix) – AC/DC
4 – La Vida Vale La Pena – Uproot Andy
5 – Pica-Pau – DJ Topo
6 – Cutuca Super Pop – Jurandy
7 – Nos Couleurs – Cheb Mami & K-Maro
8 – Balkan Qoulou – Watcha Clan
9 – The Magnificent Romeo (Basement Jaxx vs. The Clash) – Soulwax
10 – Like A Life On A Prayer (Bon Jovi vs. Nina Simone vs. The Madonna Choir) – MadMix Mustang
11 – Whachadoin (João Brasil Tropical Mix) – N.A.S.A.
12 – Left Behind (João Brasil Tropical Mix) – CSS
13 – La Isla Con Chicas – Kumbia Queers
14 – Cumbia Que Pega – Fantasma
15 – Caribenha – Mestre Curica
16 – Toca aí – Mestre Aldo Sena
17 – Poison Dart (South Rakkas Crew Remix) – The Bug
18 – Tamborzuda feat. Mc Thiaguinho (Sin Rave Mix) – Sinden & Count of Monte Cristal
19 – Big Lambada – João Brasil

Para baixar, clique aqui ou aqui tb.

A mix resume muito bem o espírito que a Cheetah quer cauzar no blog, nos sets e nos agitos culturais. Um mundo mais unido, sem fronteiras e preconceitos. Então temos 2 guitarradas, 2 tecnobregas, 3 fidgets house, experiências com o funk carioca, cumbia digital, mashups, leste europeu, vocais indianos, pegada árabe. Aguardem que é a primeira de muitas que virão!

Abrindo o set, o símio mais irreverente e fanfarrão da Cheetah, João Brasil, apresenta a primeira música de seu novo disco, o ainda em construção Tropical Baile Tech. “Baile Parangolé” é uma homenagem a Caetano Veloso e toda a Tropicália inna JB way. A lista de samples é essa, apurou o 4º elemento da Cheetah, Bruno Natal, em seu URBe, que inclusive publicou uma entrevista com João.

“Tropicália” – Caetano Veloso
“Zanzibar” – Edu Lobo
“Nega do cabelo duro” – Luiz Caldas
“Swing da cor” – Daniela Mercury
“Por trás de Brás Pina” – Guinga
“Não se acabou” – João Donato
“Biotech is Godzilla” – Ratos de Porão
“Panis et circenses” – Mutantes
“Bocochê” – Viniciu de Moraes e Baden Powell
“Dançando Calypso” – Calypso

Segura que dia 3 de maio tem Dancing Cheetah no 69, com um convidado pra lá de cascudo, mestre soberano e influência total da macaca, Maurício Valladares.

%d bloggers like this: