Archive | March, 2010

Shantel – Authentic EP

31 Mar


Shantel é um dos maiores divulgadores da cena de balkan beats mundial. Ao lado do Balkan Beat Box e do Gogol Bordello, o alemão de nascimento e sangue cigano (seus avós são de Bukovina, região montanhosa na fronteira entre Romênia e Ucrânia),  forma a tríade pop dos Balcãs.


Planet Paprika (que nome sensacional), seu último álbum, foi lançado em 2009. Mas Shantel tá com lançamento novo na praça, o EP Authentic, que além da original, conta com remixes de Yamaha.Eletrico, Dreamteam, Sheik Kolo, e do grande Schlachthofbronx.

Shantel, que também é DJ, ficou famoso no mundo inteiro por conta de sua festa de balkan beats, a Bucovina. Veio inclusive parar no Brasil, em 2006, por conta de discotecagens para o Tim Festival (abrindo para o Mauval, inclusive). A Cheetah, é claro, estava na platéia.

João Brasil – Banda Calypso Mashups

30 Mar

Nosso João Brasil tem feito mashups diários da Banda Calypso com artistas do pop internacional. Já rolou Afrika Bambaataa, M.I.A, Destiny´s Child, Black Eyed Peas, La Roux e Franz Ferdinand.  Tudo parte do sensacional e megalomaníaco projeto 365 mashups, no qual João promete 01 mashup por dia até o final do ano.

Os mashups do Calypso depois vão ganhar capinha e virar EP.

João Brasil – Arrepiando a gun (Banda Calypso X M.I.A.)

João Brasil – Xonou planet (Banda Calypso X Afrika Bambaataa)

João Brasil – Jura que kill (Banda Calypso X La Roux)

R.I.P. HEAT Berlin

29 Mar




É com extremo pesar que a Cheetah soube da morte da HEAT, uma das festas mais interessantes de Berlin e da cena de global guettotech mundial. Captaneada pelo Daniel Haaksman, já citado aqui no blog diversas vezes, a HEAT terminou por falta do interesse do público berlinense. Segundo Haaksman, o alemão só quer saber mesmo é de 4/4. Uma pena.  Fica aqui a torcida para que a Man Recordings enquanto selo não abandone o estilo!

Leia o documento postado por Haaksman no blog da Man Recordings:

“After only five parties at Berlin´s WMF club we have to say goodbye to HEAT, the Man Recordings club night which was started in December 2009. First, it´s because WMF club was surprisingly closed last Wednesday due to troubles with their landlords, so there´s no longer any home for us. Second, we decide to stop HEAT as it wasnt much fun to invite DJs like Beware, Wildlife!, João Brasil, Douster and Isa GT, Sinden, Schlachthofbronx, DJ Manaia, Drop The Lime and Ku Bo to HEAT and play in front of a half full club, eventually losing money almost at every party . The little success with HEAT showed that “Tropical” is more than a niche sound in Berlin club land: It´s practically non existent and doesnt seem to have any local following. When Radioclit played with The Very Best in Berlin in November 2009, 70 people attended. Before Major Lazer even a dude like Diplo pulled only 300 people on a Thursday at Berlin Tape club – all this in a city which is considered Europe´s capital of hip. The sad truth: Berlin continous to be ruled by Techno and House music, and it´s drug infused lifestyle still tirelessly promoted in books and media reports as the ultimate in club culture. The only alternative to the boring all night 4/4 hammering in Berlin clubs is Disco, which is not what you would call 21st century music. Berlin, your clubs were once inhabited by people that were looking for the new and exciting, now your party people have become lazy and utterly nostalgic. Thank god there´s other cities across Europe, that understand that the HEAT is on.”

Mustache – Áfrika Mixtape

28 Mar

Filipe Mustache – Áfrika Mixtape

1: Coronation – Martin Denny
2: Latin Soul Hustle – Disco Dance Demonstration
3: You Clapper – Black Ken
4: Ashewo Ara (Re-Edit) – Kabbala
5: Spider Rabino – Afrodisiac Soundsystem
6: Afroshock – Force of Nature
7: African Disco Power – Sofrito
8: Kali Dreams – Afrobutt
9: Funky Boogie – John Ozila
10: Echos Beti – Manu Dibango
11: La Toubana – Les Edits Du Golem
12: No Regrets – Black Devil Disco Club
13: Mangous Ye – Black Soul
14: Disco Africa – Ogyatanna Show Band
15: Willowman (Todd Terje Re-Edit) – Willow Band
16: Quiet Village – Martin Denny

Mustache é um dos grandes amigos da Cheetah. Pouca gente sabe, mas o caboclinho metrosexual, um dos melhores DJs do Rio, manja muito dos mais variados estilos, não só de eletrônica.

Pois bem, influenciado pelas suas raízes afro-lusitanas, Mustache preparou uma mixtape irada nessa onda. Nas suas palavras:

“Homenagem ao berço do ritmo.

Fui gerado em Angola, antiga colônia lusitana, aonde meus pais moravam e, por duas semanas, não nasci no continente africano. Meu pai nasceu em Moçambique, ou seja, o tambor bate forte na veia da família. A característica percursão ritmada e hipnótica influenciou, influencia e influenciará a música para sempre. Nessa mix, muitas vertentes e estilos musicais, cow-bell, bongôs, pitadas afro e latinas. Foi feito pra dançar e se divertir. E já que o carnaval tá chegando, e a Copa também, o assunto tá pra lá de relevante.”

DJ Cremoso – A maionese do brega

27 Mar

Que a macaca é fã incondicional da música paraense, todos já sabem. Desde a primeira edição, a guitarrada, o carimbó, o brega e o tecnobrega rolam soltos por aqui. Mas eis que durante essa breve pausa, surgiu uma nova figura, que vem sendo muito comentada (recentemente o Globo Online entrevistou o cara e tudo). E, apesar de fazer os remixes mais fanfarrões do tecnobrega, a figura não é do Pará, mas do Maranhão.

DJ Cremoso, seu nome artístico, não gosta de aparecer e faz mistério sobre sua identidade. A última informação que tivemos foi a de que ele é maranhense. Seu rico acervo está disponível no Soundcloud, mas não sabemos se aquela bela foto é verdadeira.

Com seu slogan impagável (a maionese do brega), DJ Cremoso transforma em tecnobrega Madonna, REM, Oasis, Joy Division, Coldplay, Radiohead, Police, Depeche Mode, e por aí vai.

DJ Cremoso – Losing my religion

DJ Cremoso – In bloom

DJ Cremoso – One more time

Instituto Mexicano del Sonido no Brasil!

26 Mar

Sim, sim, é verdade. Dia 17 de abril tem Instituto Mexicano del Sonido, ou, se você preferir, Mexican Institute of Sound no lendário Abril pro Rock, em Recife. A Cheetah ainda não conseguiu apurar se mais apresentações irão rolar em outros estados. Alguém?

Projeto do DJ e produtor mexicano Camilo Lara – que ainda é presidente da EMI mexicana, a banda é parte de um movimento crescente na Cidade do México, encorajando fusão de música popular com programações eletrônicas. O IMS tem aparecido em trilhas de series como Ugly Betty, Californication e o cultuado game de futebol Fifa Soccer.

J-Wow

25 Mar

Klang é o primeiro single de J-Wow, o João (Barbosa), do Buraka Som Sistema. Space-ravy-drum & bass, Klang mostra uma sonoridade bem diferente daquela que consagrou o Buraka. Mesmo assim, a Cheetah curtiu de montão. Que venha O dedo, próximo single que vai sair pela Mad Decent em abril.

Wow fez pro Discobelle uma mixtape muito boa chamada… Wow. Check it out.

J-Wow – Wow Mixtape

Zomby – Little Miss Naughty >> CD-R
Roska – Squark >> Rinse
Vampire Weekend – White Sky >> XL Recordings
Debruit – Nigeria What >> Civil Music
DJ Beware & Motorpitch – Poporoca >> Man Recordings
DJ Gregory & Sidney Sampson feat Dama S – Salon >> NEWS
Roulet – Kitamanda (J-WOW remix) >> Enchufada
Beyonce – Diva (J-WOW bootleg) >> CD-R
Amanda Blank – Make it Take it (Buraka Remix) >> Downtown
DJ Marfox – Djuco Djuco >> CD-R
Sydney Sampson – Riverside (MOOMBAHTON Edit) >> CD-R
Nu Yorican – Boriqua (Douster Remix) >> Sound Pellegrino
So Shifty – Clap (Bmore J-WOW Edit) >> CD-R
J-WOW – O Dedo >> Mad Decent
Dj Zinc vs Buraka Som Sistema – Blunt Kalemba >> CD-R
Egyptrixx – The Only way up >> Night Slugs
J-WOW – Klang >> Deadly Records

%d bloggers like this: