Archive | August, 2010

Dancing Cheetah & Lemonade (Estados Unidos)_10 de setembro_Teatro Odisséia

8 Aug

No dia 10 de setembro, a festa de ritmos tropicais, latinos e africanos Dancing Cheetah traz ao Rio a banda americana Lemonade. Tocando um rock meio eletrônico, meio world music, o Lemonade parece perfeito para estrelar uma noite produzida pela Cheetah.

A aproximação que o Lemonade faz de ritmos periféricos, tropicais e africanos contextualiza o grupo no cenário de artistas e bandas independentes – seja de rock, de eletrônica, ou de ambos – que de 3, 4 anos para cá, tem olhado com atenção para instrumentos e sonoridades produzidas na América Latina, no Caribe e na África (Tanlines, Fool’s Gold, Vampire Weekend, El Guincho, Studio, Yeasayer, Rainbow Arabia, Gang Gang Dance, entre outros)

O Lemonade surgiu como um projeto de dance music improvisada imerso na cena experimental de San Francisco. Tudo mudou quando o trio foi morar em Nova York, passando a encarar a música como um modo de vida. Contratados pela True Panther Records, lar de algumas das mais interessantes bandas surgidas nos últimos anos – Tanlines, Girls, Magic Kids, Delorean, entre outros – lançaram um auto-intitulado álbum de estreia que ganhou elogios rasgados da crítica mundo afora. Pitchfork, Nylon, Fader, Xlr8r, The Guardian, NME são apenas alguns dos veículos que se encantaram com a banda. Seguiu-se um 2009 repleto de apresentações, fossem em festas DIY em galpões, fossem em clubes badalados de música eletrônica, fossem em festivais de todos os pontos do globo.

Em 2010, eles voltaram a carga com Pure Moods, um EP que mais uma vez os reinventa musicalmente. No novo trabalho, eles incorporam sutilmente às suas elaboradas texturas eletrônicas, elementos da música dançante que vem surgindo nas periferias do mundo: soca, dub, calypso, dubstep, UK funky. Como bem definiu o blog Stereogum, “as faixas do trio chegam à pista de dança filtrando um senso rítmico global e periféricos digitais através das lentes de quem vive no Brooklyn”. Ao vivo, a banda faz dançar e impressiona misturando baixo, vocal, bateria e muitos efeitos às bases eletrônicas. É pra dançar, mas também pra assistir. Show pra quem gosta de música ao vivo e para o pessoal da pista de dança.

Lemonade – Banana Republic

Lemonade – Sunsplash


%d bloggers like this: