Archive | crossover RSS feed for this section

Bomba Stereo – Pump up the Jam

15 Jun


E os nossos queridissimos colombianos do Bomba Stereo são a bola da vez no projeto da Levi’s que falamos outro dia, o Levi’s Pionner Sessions. Pump up the Jam!

Cumbia celebs #2

14 Jun

Daft Cumbia – Uproot Andy

Triangle walks (Un Mono Azul remix) – Fever Ray

Paper Planes (Sonido Martines Guacharaca remix) – M.I.A.

Kalise (Frikstailers remix) – El Guincho

Carmensita (Toy Selectah Raverton re-fix) – Devendra Banhart

João Brasil X MPB X Schlachthofbronx

15 May

Funana-guettotech com MPB. Ídolo. Precisa dizer mais alguma coisa??

João Brasil – Finga 2222 (Gilberto Gil – “Expresso 2222″ X Schlachthofbronx – Di Finga)

João Brasil – Farafina da ordem (Caetano Veloso – “Fora da ordem” X Schlachthofbronx feat. Ette – “Farafina”)

Techno Rumba

29 Apr

Muito impressionante o novo EP do americano Chief Boima, Techno Rumba. Depois de lançar uma coletânea com remixes de babas do hip-hop, o African by the Bay, Boima destrói tudo nesse pequeno lançamento: são duas músicas originais com tintas caribenhas e congolesas, e dois remixes para a música que dá título ao EP.

Techno Rumba tracklist

01 Chief Boima – Techno Rumba
02 Chief Boima – Baobab Connect
03 Chief Boima – Techno Rumba (DJ /rupture and Matt Shadetek Remix)
04 Chief Boima – Techno Rumba (Uproot Andy Ojalá Rumba Remix)

A Cheetah tem lido ultimamente muita gente dizendo que a globalização dos sons africanos não é nada nova. É óbvio que muita gente no passado se aventurou pela sonoridade do continente. Serge Gainsbourg já fazia isso nos anos 60. Mas se a globalização não é nova, é inegável a novidade e o frescor de produções de artistas como por exemplo Chief Boima, Douster (França) e Poirier (Canadá).

Para divulgar Techno Rumba, Chief Boima gravou uma mix com sons de hoje e ontem que certamente o inspiram e inspiraram a compor sua sonoridade.

Chief Boima – Techno Rumba Mix

Rumba sin Fronteras – Sergent Garcia
Techno Rumba (Matt Shadetek & dj /rupture Dutty Artz Remix)
Machete – Novalima
Angola (Carl Craig Remix) – Cesaria Evora
SOKINSIKARTEP (LP Version) – Osunlade
Umoja feat Kampi Moto (Original Mix) – Mzee
Mama (Chief Boima Techno Rumbita Remix) – Les Garagistes
Pata Pata (feat Lerato) – Matias Aguayo
Mario – Franco
Techno Rumba – Chief Boima
Agbaza Mimin – T.P. Polythmo
Rumba Cha Cha (Toy Selectah Refix) – Sonidero Nacional
Parkiando (Uproot Andy Ragu Mix) – Los Rakas
Señor Matanza – Mano Negra
Ombre-Elle – Gnawa Diffusion
Safari (Featuring Viviane Ndour) – Mokobe
Confession vs. Baile Aleman – Chief Boima
Indelible – Pearson Sound
Droit Chemin – Fally Ipupa
El Latino (Original Mix) – Basti Grub
El Tren featuring Corrales & Prince Nico Mbarga – The King Elio Boom
Techno Rumba (Uproot Andy Ojala Rumba Rmx)
Seka Seka – Mareshall DJ
Cuando Llegare – Amara Toure

Chico Sonido + Toy Selectah

27 Apr

Duas novidades fresquinhas de dois dos nossos mexicanos favoritos.

Chico Sonido – Antes que nadie

Toy Selectah – Raverton Worldwide

Raverton é como Toy Selectah batiza seus remixes de música pop com cumbia, reggaeton, guarachero e atmosfera rave!

Toy Selectah – Raverton Worldwide Mixtape

Tracklist

TheNoise & Ismael Miranda – Intro
Toy Selectah – Muy Pinchi Gansta
Arcade – Jugo Carioca (Raverton Cut’s and Edit’s)
Femme En Fourrure – Plump Bisquit (Nelly + Toy Raverton Cut’s)
Breakage – Riverside(innaRaverton Trip Edit)
Dj Blass x Lil Jon x Toy Selectah – El Tra x Snap Ya Dembow x Freestyle
Terry Lynn vs Los Macuanos – Kingston Logic vs El Marranazo
Mozart La Para feat Villano Sam – Mafu Tama (Raverton Edit)
Kid Kaio feat Buiza – Broadway (Raverton Take)
Lil Silva feat Jazmin Sullivan – Different (Kingdom Remix Ravertoner Take)
Arcade – Jugo Carioca (Raverton Cut’s and Edit’s)
Harvard Bass – Caked (Toy Selectah Raverton Refix)
Ramirez – Hablando (Hostage Remix Raverton Take)
Twist it – Funky Monkey ( Max Le Daron Funky Remix)
Romy – Sleep (Juan Mclean Remix Raverton Take)
Ludacris – How Low (Bird Peterson Remix Ravertoner Step)
Sunday Girl vs Diplo vs Toy Selectah – Four Floors (Diplo’s in Cuba On Drugs Refix)
Wildlife – Jumbie (Toy Selectah Cosmico Guarachero Remix)
L-Vis 1990 – United Groove (1990 Guarachero Remix)
Dj Icon – AudioAdicción Tribal Cosmic Take
Dj Joe, Rafi Mercenario & Sancocho – Rumba te Tumba
Los Negritos – Tu No Sabe Bailar (RaverTra Refix)
Ñejo & Dj Wassie – Cancion de Amor (RaverTra Take)
AC Slater feat. Ninjasonik – Take You (Nadastrom Raverton reRefix)
Paul Johnson vs Dj Chuckie – Bubblin Down (Slow Take)
Florence & The Machine vs XX vs Toy Selectah – You’ve got the Love (Warachaedo Cosmic Dub)
Los Wawanco vs JPShuk – The Cuartetazo (Raverton Take)
Alvaro – Make it Funky (Dj Punish vs Max Le Daron Remix)
Egyptrixx – The Only Way Up (Ikonika Remix)

Chico Mann e o afrobeat digital

11 Apr

O Bruno começa e a Cheetah termina.

“Até começar a ser chamado de coisas como “James Brown cubano do Casio” (pela turma da Turntable Lab) na época do lançamento de “Manifest Tone Vol. 1″, em 2007, o projeto paralelo do guitarrista do Antibalas Marcos Garcia era apenas uma brincadeira despretensiosa.

Não demorou muito para o afrobeat eletrônico com toques latinos do Chico Mann encontrar seu próprio público. Pouco mais de dois anos depois, já foram lançados quatro discos e dois EPs.

O quinto disco, “Trickster for Kids”, está a caminho. Marcos levantou os seis mil dólares necessários para produção direto com os fãs, através do saite Kick Starter. Agora é esperar.”

Analog Drift (Muy Esniqui), quarto disco do Chico Mann é a coisa mais espetacular que a Cheetah ouviu em 2010 até então. Do ano passado, na verdade, Analog é sensacional, sublime, épico, antológico. Uma coleção de 12 pérolas que redesenham o afrobeat ao incorporar vocais em espanhol, linhas de baixo sintetizadas, programação eletrônica low-fi com toques de old school electro, hip-hop e breaks em geral. Prova de que dá, sim, pra fazer afrobeat no seu quarto. Ainda que para isso você precise tocar a rodo!

Alto astral ao extremo, ouvir Chico Mann vai te salvar de qualquer deprê. Deep.

Chico Mann – Anima

Chico Mann – Go to that place

Embolex – Caixa Prego Mixtape

22 Mar

Embolex – Caixa Prego Mixtape

Sensacional, maravilhosa, soberba a nova mixtape do Embolex, de São Paulo. Completamente na onda global guettotech, a mix do coletivo audiovisual liderada pelo Fernão Ciampa presenteia o ouvinte com 16 mashups originais de sons do mundo todo.

1 – Untold Vs Martinho Da Vila – Discipline Vs Dinheiro
2 – Eddie Vs Dj Rupture – O Baile De Betinha Vs Strategy Decay
3 – Byetone Vs Dj Znobia – Plastic Star Vs Africa Feat. Jaime Foxx
4 – Lucas Santtana Vs Dj Amorim – Recado Pra Pio Lobato Vs In The Rush Hour
5 – Dengo Embolex – Julieta (Pedro Angeli Mix)
6 – Chico Correa – Riddim P Silverio Pessoa (Embolex Mix)
7 – Beto Villares Feat. Céu (Periférico Remix/ Embolex) – Nação Postal
8 – El Remolón Vs The Soup Dragons – Cumbia Bichera Vs I’M Free (Accapella)
9 – Dengo Embolex – Caminhando (Pedro Angeli Mix)
10 – Lucas Santtana Vs Disrupt – Cira, Regina E Nana Vs Sega Beats
11 – Daniel Haaksman Vs Sister Nancy Vs Balkan Beat Box – Pobum Coco Vs Transport Connection Vs 20$ For Boban
12 – Mr Oizo Vs Dj Amorim Vs Claude Van Stroke – Flat Beat Vs Drum And Bass Vs The Whistler Box
13 – Secos E Molhados Vs Rsd – Sangue Latino Vs Forward Youth
14 – La Sonora Cienaguera Vs The Rapture – La Piojosa Vs House Of Jealous Lovers
15 – Jorge Ben (Pedro Angeli Mix) Vs Matias Aguayo (El Remelon Remix) – Bebete Vs Minimal
16 – Paul Mccartney Vs Ninja Sky & Tego Calderon Vs Lindomar Castilho – Temporary Secretary Vs Nore Vs Você É Doida Demais

My life in the bush of ghosts

1 Nov

my_life_in_the_bush_of_ghosts

1979-Talking Heads had just completed what for us was a long world wide tour after our Fear Of Music record came out. I then took some time to collapse and recuperate in NY. During this time Brian and Jon Hassel and I began to spend some time together enthusiastically exchanging cassettes and vinyl that we had each found. I seem to remember Jon playing some Milton Nasciamento, which I didn’t get at the time. I myself had a new fascination with African pop music, although aside from Fela there was little information available about any of the artists. There was no World Music guides at this point and no internet.

Maybe inspired by these records Brain, Jon and I fantasized about making a series of recordings based on an imaginary culture. We’d make the record and try to pass it off anonymously as the genuine article. This appealed for a number of reasons- it had a lovely Borges like quality, like one of his stories in which an encyclopedia is discovered that describes a hitherto unknown land. It also appealed, I suspect, partly because it would make us as “authors” more or less invisible. In our imaginings we’d release a record with detailed liner notes explaining the way music functioned in that culture and how it was produced- the kind of extensive notes common on those kinds of records. David Byrne

Produzido por Brian Eno e David Byrne, My life in the bush of ghosts é aquele tipo de disco em que muito se ouve falar mas que na prática pouco se escuta.

28 anos depois de lançado, Bush of ghosts continua soando atual, principalmente para nós guettotechers. Rock, funk, eletrônica, ambient, camadas de percussão, cânticos muçulmanos, samples de rádio fm, e até mesmo uma cerômina de exorcismo, são algumas das características desse disco obrigatório (avant-funk disseram alguns, etno-abstracionista, disseram outros).

Em 2006, Eno e Byrne relançaram Bush of Ghosts com mais uma penca de músicas extra além de terem colocado no ar um site muito bacana, repleto de citações, ensaios, críticas de jornais e periódicos. E mais: sob licença Creative Commons, foram liberadas as multitracks de duas faixas para remixes.

Bush of Ghosts precisa ser ouvido sozinho, com um bom headphone, under the influence. Ele é difícil, tenso, atmosférico, às vezes sinistro.

Brian Eno e David Byrne – My life in the bush of ghosts

1. America Is Waiting
2. Mea Culpa
3. Regiment
4. Help Me Somebody
5. The Jezebel Spirit
6. Very, Very Hungry
7. Moonlight in Glory
8. The Carrier
9. A Secret Life
10. Come with Us
11. Mountain of Needles

Terry Lynn, Johan Hugo e Dr Alban. Sem coca.

26 Oct

terrylynn

A notícia é velha e a Cheetah sabe que você está atrás de novidades. Mas como ignorar o belo videoclipe de Jamaican Girls, petardo mor da parceria entre a jamaicana Terry Lynn e o sueco Johan Hugo, metade do Radioclit (sim, nosso blog é Radioclit obsessive)? Por conta de uma brilhante ação da cervejaria Red Tripe, Lynn e Hugo se juntaram para criar 5 faixas que celebram a influência absurda da música jamaicana ao redor do mundo. Tem sons que puxam referências de Max Romeo, Johnny Osbourne, Steel Pulse e a melhor de todas, que tira da obscuridade a pérola No Coke, do Dr. Alban. Que grave, malandro!

Dr+Alban+dr_alban

Quem não se lembra de No Coke, sonzera desse nigeriano que virou dentista na Suécia, certamente vai se lembrar dessa aqui de baixo. Ícone do rasta-poperô, Dr Alban tem o seu valor!

redstripeitwaswritten1

Baixe o EP It was written aqui

BLK JKS

21 Oct

SC197lpjacket

O BLK JKS (Black Jacks) é de Joanesburgo, África do Sul. Mas bem que poderia ser do Brooklyn, EUA. Exemplo primoroso da misturada geral que tá rolando entre tudo e entre todos, o BLK JKS é rock, post-rock, afro beat, dub, prog, ambient, jazz. Muitos devem dizer: nem parece africano. Mas ora bolas. Porque o BLK JKS precisa soar, sei lá, como Fela Kuti? Porque o BLK JKS não pode parecer com o TV on the Radio? E porque o Fool’s Gold, americano, não pode ter aquela guitarrinha congolesa?

blkjks

O lance é o seguinte. After Robots, primeiro disco cheio do BLK JKS, banda formada em 2000, é uma das melhores coisas lançadas esse ano. Denso, pesado, viajante, climático, épico e mais um montão de adjetivos.

BLK JKS – Summertime (essa é do EP Mysteries)

BLK JKS – Molalatladi (bitrate vagaba)

BLK JKS – Banna Ba Modimo (bitrate vagaba)

%d bloggers like this: