Archive | reggae RSS feed for this section

Los Rakas

10 May

Los Rakas é um duo panamenho de hip-hop, reggae, reggaeton e dancehall. Com letras em espanhol e inglês, o Los Rakas, que atualmente reside em Oakland, na California, é perfeito pra latinizar qualquer set careta de hip hop ou dancehall.

Los Rakas – Esa mulata

Los Rakas – Dun dun (Frikstailers remix)

Confronto Soundsystem – Mix Voadora

14 Apr


A rapaziada mais neurótica de Brasília aprontou esta mix que explora as diversas possibilidades do bass.

Confronto Soundsystem – Mix Voadora

1. Intro – Horsemouth and Brother Culture
2. The Vibes (ft. Sizzla) – Talen
3. Sniper Sniper (ft. Cutty Ranks) – Talen
4. If yu know yu cockie bruck dung – Drop The Lime / Guess
5. Bang Bang – Warrior Queen
6. Fill up mi portion (remix ft Afrikan Boy) – Toddla T
7. Tek it Off (Ft Capleton) – Kraddy
8. Sniper Sniper (Markus Kienzl rmx) – Talen
9. 90s Backyard – Poirier
10. Que viva (90s backyard riddim) – Poirier ft Boogat
11. Yellowtail – Geeneus
12. Shake it – Toddla T
13. Spot Clean – Schlachthofbronx (ft. Doubla J)
14. Reload Warrior (ft Warrior Queen) – Dub Terror
15. Puff that weed – Soom T

Terry Lynn, Johan Hugo e Dr Alban. Sem coca.

26 Oct

terrylynn

A notícia é velha e a Cheetah sabe que você está atrás de novidades. Mas como ignorar o belo videoclipe de Jamaican Girls, petardo mor da parceria entre a jamaicana Terry Lynn e o sueco Johan Hugo, metade do Radioclit (sim, nosso blog é Radioclit obsessive)? Por conta de uma brilhante ação da cervejaria Red Tripe, Lynn e Hugo se juntaram para criar 5 faixas que celebram a influência absurda da música jamaicana ao redor do mundo. Tem sons que puxam referências de Max Romeo, Johnny Osbourne, Steel Pulse e a melhor de todas, que tira da obscuridade a pérola No Coke, do Dr. Alban. Que grave, malandro!

Dr+Alban+dr_alban

Quem não se lembra de No Coke, sonzera desse nigeriano que virou dentista na Suécia, certamente vai se lembrar dessa aqui de baixo. Ícone do rasta-poperô, Dr Alban tem o seu valor!

redstripeitwaswritten1

Baixe o EP It was written aqui

Soulico & Sabbo

2 Aug

soulico

O coletivo Soulico, formado por 4 DJs e produtores de Tel Aviv, é um dos nomes mais consolidados da cena israelense de música urbana, uma das mais interessantes do mundo hoje (é impressionante como tem gente fazendo dubstep em Israel!). Exotic on the speaker, mais novo disco dos caras, está sendo ansiosamente aguardado pela Cheetah. O lançamento oficial é só em setembro, mas duas tracks já estão circulando pela web.

Soulico feat. Lyrics Born & Axum – Put em up

Soulico feat. Pigeon John & Ceci Bestida – SOS

archeology_125DPI

Além do trabalho autoral dos caras, a Cheetah gostaria de destacar uma mixtape recente que o coletivo gravou. Archeology, reúne uma hora de soul, funk, jazz, rock e disco music inteiramente gravada em Israel por artistas locais durante as décadas de 70 e 80. Muitas dessas músicas nunca foram lançadas em CD, e segundo o próprio Soulico, a mixtape é resultado de mais de 10 anos de pesquisa em sebos empoeirados de Tel Aviv.

Soulico – Archeology Mixtape

1. Blastoff-Svika Pick
2. Dimona (spiritual capitol)-Soul Messengers
3. All Night Long-Camel Disco
4. Carry on Jerry-Dory Ben Ze’ev
5. I’m Nina’alo-Albert Piemente
6. DJ Dori- The Platina
7. Ya Shabab-Do you wanna buy a camel?
8. Mystic Magic Love Song-Sherry
9. Ya Habibi-Shlomo Haviv
10.Ya Salaam – Abu Hafla Orchestra
11.Left Right-Disco Made In Israel
12.Soyle Beni -Grazia
13.Hagigat Holedet-Eitan Masouri
14.Disco Queen-Sherry
15.Hasidic Medely-Hasidisco Fever
16.Hoshienu Adonenu-The Soul Messengers
17.Roots Charlie Roots-Jecky Bar-on
18.Reggae Hodi-Kobi Recht
19.Ad Matai-Dont Call Me Black OST
20.Foul Shawarma-Albert Piemente
21.Al Tishkah-Gali Atari
22.Illusions-Izhar Cohen
23.DrorIkra-Igal Bashan
24.Neimat Haoud-Tzliley Haoud
25.Equilibrium-The Soul Messengers
26.Time To Say Shalom- Uncle Moishe

sabbo

O membro mais famoso do bando atende pelo nome de Sabbo – vira e mexe você o encontra no blog do Mad Decent e em flyers de festas iradas nos EUA. Durante um período em que morou na Jamaica, Sabbo gravou uma série de cantores locais e o resultado está no EP It is the time. Aqui a pegada é menos judaica e mais Jamaica.

Sabbo feat Jah Earth – Babylon a kill dem

Pra encerrar o post, a Cheetah deixa a dica do excelente blog Noiz in Zion, editado pelo Sabbo. Se você está atrás de música israelense urbana, esse é o lugar.

Ska Cubano

18 Jul

Ska Cubano

Formado na (!) Ingleterra por um (!!) ex-banqueiro, o Ska Cubano é a melhor coisa que surgiu no ska inglês desde o movimento two-tone. Grande parte do sucesso dessa big band (formada em sua maioria por cubanos radicados na Inglaterra) está na mistura do ska jamaicano com mambo e outros ritmos latinos, com a salsa e a cumbia.

Ska Cubano – Big Bamboo @ Koko 2008 (London)


Olha só quem filmou esse vídeo! O símio-raposa Bruno Natal!

!Ay Caramba!, de 2005, botou o Ska Cubano no circuito dos festivais europeus de verão. Fato que se repete a cada ano. Veja só o mypace d0s caras e comprove. E de lá que a Cheetah tirou as pepitas abaixo.

Ska Cubano – Oye Compay Juan

Ska Cubano – Soy Campesino

Já que a Cheetah falou no Bruno, leia o que ele escreveu na época do show.

“Cuba e Jamaica, ambas mundialmente conhecidas por sua música, são tão próximas fisicamente, que é até estranho que seus caminhos sonoros não tenham se cruzado muitas vezes.

O auto-explicativo Ska Cubano é uma dessas misturas. O contra-baixo acústico, os timbales da percussão e as letras em espanhol são mescladas a batida sincopada do ska como se nunca tivesse sido diferente.

Em disco a mistura soa mais tradicional e respeitosa, talvez a timbragem cubana com mais destaque do que a estrutura jamaicana. No show, é o contrário, uma pulação alucinada.”

Rapidinhas #2

24 Jun

–Cumbia jazz–

charles mingus

Jazz e Cumbia? Porque não?! Suite de 28 minutos gravada em 1976, Cumbia & jazz fusion, de Charles Mingus, é animal. 

Charles Mingus – Cumbia & jazz fusion


–Chorando se foi

Loalwa Braz, ex-vocalista do Kaoma, estará no Brasil até a segunda metade de julho para gravar um DVD comemorativo aos 20 anos do surgimento da lambada. João Brasil, cadê você??


–O mambo dos Mutantes–

Yo te quiero mi querida
Sin tus besos non soy nada
Baila el mambo
que yo canto a ti

Uma homenagem ao Santana.

Mutantes – Cantor de mambo


–Grupo Chambelán–

fotochambelan550
Quem comprovar que existe grupo de cumbia mais tosco que o Grupo Chambelán, do México, ganha vips para a Dancing Cheetah, em julho, na Casa da Matriz.

Grupo Chambelán – El metrosexual


–Vem com tudo e o reggaetón para as massas–

Ídolo da macaca e leitor deste blog, Hermano Vianna está fazendo um belíssimo trabalho a frente dos textos do Vem com Tudo!, programete dentro do Fantástico que fala de novas tendências de gosto e comportamento no Brasil. No blog do programa, Hermano já citou o ZZK e escrevou post sobre o dancehall. É esse de lá que a Cheetah tirou essa pérola do MC Papo, um fenômeno do YouTube: seu outro hit, Piriguete tem mais de 9 milhões de hits. É o pop-reggaetón para as massas! No Brasil!

Sargento Garcia

16 Jun

sergent garcia

Diretamente da França,  Sargento Garcia (ou Sergent Garcia, como é conhecido na Europa). Ex-punk rocker, frontman da hoje cult Ludwig Von 88, Bruno Garcia descobriu o reggae em meados dos anos 9o. Rapidamente, começou a incorporar elementos latinos em seu som (cantado em espanhol e algum francês), especialmente a salsa e sua forte percussão cubana. Nascia a salsamuffin.

A comparação com Manu Chao é inevitável. Porém, Garcia é mais explicitamente reggae e latino em sua sonoridade. Ouçam e façam a comparação.

SergentCumbiamuffin2009

A Cheetah coloca pra jogo o mais novo disco de Sargento Garcia, na verdade um EP de 6 músicas gravado com músicos colombianos de alguns dos melhores projetos daquele país, como o Sidestepper (capitaneado pelo inglês Richard Blair, que produziu o EP), Aterciopelados, Systema Solar e Bomba Stereo (todos presenças obrigatórias em qualquer festa latina que se preze!). Cumbiamuffin retrabalha 6 dos mais famosos temas de Sargento Garcia em versões cumbia. Um belíssimo trabalho (pena que muito curto!) que mostra muito bem como reggae e cumbia são primos de primeiro grau. Não são tracks pra pista, mas sim prum belo dia ensolarado, com mojitos e aquele fumacê maroto.

Tracklist

01. Amor pa’ mi
02. Que viene el mani
03. Poetas
04. Tonight in Bogotá
05. Yo me voy pa’ la Cumbia

Depois de baixar Cumbiamuffin, confira a versão original de Amor pa´mi no vídeo abaixo.

%d bloggers like this: