Tag Archives: amadou & mariam

Lobi Traoré

16 Jun
lobi
Depois da Cheetah escrever sobre os malineses Amadou & Marian, chegou a hora de tecer algumas linhas sobre outro grande artista de Mali, Lobi Traoré.
Esse cantor e compositor espetacular apareceu pro mundo com seu disco Bamako (com produção de outro grande artista de Mali, o Ali Farka Touré), de 94, fazendo uma mistura de blues,  groove e instrumentação riquíssima.
Infelizmente, Mali é um dos países mais pobres do mundo. E no final das contas, a música acaba sendo uma forma dos malineses se fazerem ouvir no resto do mundo. Mali Music, disco produzido por Damon Albarn repleto de músicos malineses (incluíndo aí Lobi Traoré), é uma boa porta de entrada ao universo musical fantástico de Mali. Outra boa dica é a série African Pearls com seus volumes dedicados a esse país.
Dentro da discografia de Lobi Traore, o album Duga, de 99, é o preferido da Cheetah. Foi de lá que a macaca extraiu a pepita abaixo.
Lobi Traoré – Wolodennu

Como a Cheetah é boazinha, tem mimo do Mali Music também.

Mali Music – Makelekele

E de bônus, vídeo gravado ao vivo num bar em Mali.


Amadou & Mariam

20 Mar

am-starck1_1

Mesmo com toda a revolução pela qual passa a música do continente africano (kwaito, kuduro, abraço com o ocidente), nenhum artista bate Amadou & Mariam em termos de qualidade. A dupla do Mali, que esteve aqui no Brasa num Tim Festival da vida, lançou em 2008 um dos grandes discos do ano passado, “Welcome to Mali”, trabalho superior ao já clássico “Dimanche à Bamako”, de 2006. Se vc discorda, ótimo, mas, por favor, não me venha com argumentos de que o som do casal não é roots o suficiente ou que é pop demais. Em primeiro lugar, música roots não existe. E em segundo, abra seu horizinte, porque o século 21, mais do que todos os outros, é o século da mistura.

“Sabali”, primeiro single de “Welcome to Mali” esteve presente em muitos charts de melhores de 2008. De fato, é uma bela música. Damon Albarn (Blur; Gorillaz; The Good, the Bad & the Queen; Mali Music; Honest Jons), o branco mais negro de Londres, realmemente fez um belíssimo trabalho de produção. Mas uma audição atenta revela que a citada música nem de longe é a melhor do disco. Fiquem aqui com duas de minhas favoritas.

Amadou & Mariam – Magosa

Amadou & Mariam – Batoman

E de brinde, o video clipe de La réalité, do disco anterior, hitasso que catapultou os malineses ao estrelato.

%d bloggers like this: