Tag Archives: américa do sul

Sudamérica bombando!

4 Jun

Segue mais um capítulo sobre a valorização da nova música sul americana.  Enquanto seu novo disco, Pop negro,  não fica pronto, o fodão espanhol El Guincho acaba de lançar um EP com pérolas do canceoneiro da América do Sul, o Piratas de Sudamérica. Bem bacana a iniciativa, e parece que depois virão mais EPs do El Guincho nessa onda.

1. “Hindou” (original de Orefiche y Valdespi)

2. “Cuerpo sin Alma” (música tradicional)

3. “Mientes” con Julieta Venegas (original de Miguel Matamoros)

4. “Frutas del Caney” (original de Felix Benjamin Caignet)

5. “Marimba” con Adrián de Alfonso (original de Noro Morales y Miguelito Valdés)

Pitch Perfect: South America

1 Jun


Legal esse Pitch Perfect, projeto da Fader com a Nike. O primeiro volume foi curado pelo Maga Bo e tem como foco a América do Sul. O Maga Bo, você sabe, é um dos grandes nomes do global guettotech.

Nike Sportswear x The FADER’s Pitch Perfect Mixtape #1: South America by Maga Bo

El Hijo de la Cumbia, “Soy El Control” (Argentina)
Petrona Martinez, “Un Nino que Llora en los Montes de Maria (King
Coya & Axel K Remix)” (Colombia/Argentina)
Choc Quib Town, “Somos Pacifico” (Colombia)
Fauna, “El Gauchito Gil” (Argentina)
Princesa, “Aqui Llega Princesa (Frikstailers Remix)” (Argentina)
Samba de Coco Raízes de Arcoverde, “Ê Boi (Maga Bo Remix)” (Brazil)
Lucas Santtana, “M’Bala” (Brazil)
Digitaldubs Sound System, “O Arrego feat. Biguli” (Brazil)
Systema Solar, “Bienvenidos” (Colombia)
King Elio Boom, “El Fulo” (Colombia)
Jahdan Blakkamoore, “Earthshaking” (Guyana)

Ainda vão rolar mais cinco mixtapes, cada uma representando um continente. Fique ligado para edições contemplando Europa, América do Norte, Asia, Australia e África.

Rapidinhas #5

4 Aug

— Dama do Bling —

Diretamente de Moçambique… Dama do Bling!

— Petrona Martinez —

Das coisas mais bonitas que a Cheetah já ouviu em sua vida é essa La vida vale la pena, da colombiana Petrona Martinez. É herdeira de uma tradição de pelos menos quatro gerações de músicos que cantam o “bullerengue”, ritmo afro acompanhado de danças, cantado pelas mulheres grávidas solteiras ou concubinas que eram impedidas de participar das festas e celebrações religiosas da costa caribenha da Colômbia. O ritmo é considerado um dos únicos cantos exclusivamente femininos da Colômbia e Petrona é provavelmente sua maior expressão viva.

Uproot Andy foi muito feliz em seu update; provavalmente a melhor versão de cumbia antiga de todos os tempos.

— Nunes Filho —

Também conhecida como Melô da Lagartixa, Subindo pelas paredes é um dos clássicos (pelo menos no YouTube) de Nunes Filho, o rei do brega amazonense.

— Hipi Duki —

hipi-duki-300x300

A última mixtape do Hipi Duki parou nas páginas da The Fader. Então se eu fosse você, respondia ao chamado de Duki, que está convocando produtores sul americanos a enviarem material para sua nova série de pepitas do continente. Vai lá!

— Prince Nico Mbarga —

Sweet mother, disco de 1976, do nigeriano Prince Nico Mbarga, vendeu inacreditáveis 13 milhões de cópias. Pra muitos, o highlife ensolarado que batiza o disco é o grande hino da África. Numa enquete de 2004 promovida pela BBC não deu outra: Sweet mother foi eleita a música africana favorita dos leitores do site.

%d bloggers like this: