Tag Archives: carimbó

Mestre Verequete RIP

4 Nov

verequete

O Governo do Estado do Pará lamenta profundamente a morte do cantor e compositor Augusto Gomes Rodrigues, o Mestre Verequete, de 93 anos, ocorrida no final da manhã desta terça-feira (3), no hospital Barros Barreto, em Belém.

Ícone da cultura paraense, Verequete ficou famoso como compositor popular de carimbó, o ritmo afro-indígena típico do estado que ficou conhecido nacionalmente. A história de Verequete virou o documentário poético Chama Verequete, em 2002, que, no mesmo ano, conquistou Menção Honrosa, no Festival de Curitiba, e Melhor Música, no Festival de Gramado.

Augusto Gomes Rodrigues, o Verequete, nasceu na localidade de Careca, próximo à Vila de Quatipuru, em Bragança, no dia 26 de agosto de 1916. Aos três anos, após perder a mãe, mudou-se com o pai para Ourém, onde iniciou sua trajetória artística, no terreiro da negra “Piticó”.

Cantor e compositor de carimbó, Verequete foi um dos primeiros divulgadores do ritmo nos subúrbios de Belém. Organizou o conjunto “O Uirapuru”, em Icoaraci, e gravou seu primeiro disco em 1970, reunindo uma série de temas de carimbó.

Fonte: Agência Pará

Baixe o disco Na coluna aqui

Via @gafieiras

Pinduca, o rei do carimbó

10 Jun

pinduca

Pinduca nasceu no Pará e já tem 30 discos gravados. Seu nome surgiu por conta de um chapéu folclórico que começou a utilizar no final dos anos 50 e desde então ficou com esse nome. Esse chapéu virou sua marca registrada e Pinduca coloca nele diversos enfeites e objetos decorativos em suas apresentações.

O carimbó é um ritmo que vem da cultura indígena, mas foi modificado com a chegada dos escravos e dos europeus. É um gênero meio mash up. Em sua biografia, que está sendo escrita, Pinduca conta que além de ser o rei do carimbó,  inventou a lambada, o xengo, o lári lári e também o sirimbó (fusao de carimbó com siriá – outro ritmo paraense). Essas fusões todas de ritmos de um dos nossos estados preferidos (a Cheetah já falou da guitarrada – que sempre rola na pista – , e em breve virão posts sobre tecnobrega e calypso) são bastante difíceis de explicar, só ouvindo mesmo!

Pinduca – Sinhá pureza

Pinduca – Cavalo velho (El cabalo)

O grupo carioca Do Amor, excelente banda que também adora fusionar ritmos, vem tocando carimbó em seus shows e o gênero certamente estará em seu disco de estréia.

Recentemente o carimbó esteve em evidência numa excelente paródia do grupo de humor escrachado Hermes e Renato. Pra descontrair.

%d bloggers like this: