Tag Archives: electro

Spoek Mathambo

20 Aug

united-states-of-ayobaness1

E as mixtapes não param. Todo dia o RSS da Cheetah recebe um monte delas, uma mais legal que a outra. Como a macaca é ansiosa e não aguenta esperar até sábado, aqui vai uma das melhores dos últimos tempos, cortesia do sul-africano Spoek Mathambo, metade da dupla de electro-african-house-rave Sweat.X.

Mais sobre Spoek e Sweat.X em breve.

Spoek Mathambo – United States of Ayobaness Mix

FEVER – SPOEK & SO CALLED FRIEND (HOSTAGE REMIX)
BONGO JAM – CRAZY COUZINZ (BOKBOK & L-VIS1990 REFIX)
AKUSE – ALCAPOEM
ALMIGHTY FATHER – SUNSHIP FT WARRIOR QUEEN (SOLID GROOVE REMIX)
WONTON GARDEN – MATT SHADETEK
DEM NAH LIKE IT – SPOEK MATHAMBO & JAHDAN BLACKAMORE & 77KLASH
BULLETPROOF – LA ROUX (FOAMO REMIX)
WARDANCE – FOAMO
DANCE, DANCE, DANCE – LYKI LI (BURAKA SOM SISTEMA)
BITCH MADE – KASI HOUSE MAFIAS
DREAMS – DJ WHAT WHAT
I’MA TELL YOUR MAMA ON YOU – RED THE HOMELESS GFUNK BEATBOX

Rainbow Arabia

30 Jun

rainbowarabia

Espécie de DFA do deserto egípcio, o americano Rainbow Arabia, formado pelo casal Daniel e Tiffany Preston, acaba de lançar mais um trabalho, o EP Kabukimono. Dance music exótica, algo tosca, por conta dos vocais abafados, e cheia de teclados e instrumantação poliritmica inspirada em Omar Souleyman, nas coletâneas da Sublime Frequencies e de outros artistas do Oriente Médio, o Rainbow Arabia é absurdamente bom.

kabukimono_500x500

Graças aos blogs de mp3, o casal teve contato com a música árabe, instigando o Daniel inclusive, a comprar em lojas libanesas na internet uma série de  synths microtonais que vem cheios de batidas árabes e turcas lojas libanesas.

O deserto realmente é psicodélico.

Rainbow Arabia – Holiday in Congo

Rainbow Arabia – I know I see I love I go

The Very Best

2 Apr

the-very-best

the very best

the very best

De uma maneira geral, tá todo mundo de butuca ligada na produção musical da África. Graças a internet, tá todo mundo ouvindo, fazendo, cantando, remixando, mashupando, sampleando, homenageando, dubeando, desfazendo, baixando tudo. Por exemplo, nunca se ouviu tanta música nigeriana quanto hoje. E certamente, nunca se tocou tanto high-life, juju e afro-beat nos quatro cantos do planeta. Fela Kuti deve estar rindo a toa em alguma dimensão paralela. Mas enfim, esse é um outro papo para um outro post.

malawi

malawi

Alguns posts atrás a Cheetah falou do Amadou & Mariam, dupla com um som nada clássico mas ainda sim super ligado as tradições do Mali e de países vizinhos de culturas adjacentes. Pois bem, agora a Cheetah fala no The Very Best, união do cantor Esau Mwamwaya, nascido no Malawi, África Oriental, com o duo franco-sueco de afro-electro Radioclit. Por enquanto, ainda não existe material 100 % original do combo; ao que tudo indica o debut sai esse ano. Mas no ano passado, o The Very Best lançou a melhor mixtape de 2008, uma mix (cuja capa ilustra o post) bastante divertida e despretensiosa que junta o canto em chichewa de Esau com bases de hits indie de ligeira pegada afro, como “Cape Cod Kwassa Kwassa”, do Vampire Weekend, “Boys” e “Paper Planes”, da M.I.A., entre outros. Agora, pouco importa a capa estereotipada e a solução fácil de usar bases de sucessos alheios (o que pode soar como trilha sonora de safari para gringo ouvir), essa mix do The Very Best é um belo dum disco pop, nada mais, nada menos.

The Very Best – Tengazako

The Very Best – Cape Cod Kwassa Kwassa

Radioclit – Secousse (Mumdance rmx)

%d bloggers like this: