Tag Archives: rock

Sahara Elektrik

5 Nov

sahara

O grupo de rock alemão Dissidenten é um dos precursores da mistura de sonoridades ocidentais com as indianas e árabes. A Cheetah não achou a citação, mas falam por aí que a Rolling Stones os batizou de “Godfathers of World Beat”. Verdade ou não, o fato é que Sahara Elektrik, disco de 84 gravado no Tangier, Marrocos, com o apoio da banda local Lem Chaheb, é fundamental na audioteca do global guettotecher.

Fata Morgana era hino nos clubes da Itália, Espanha e Canadá. E, certamente, influenciou muitos artistas arabescos que vieram depois, como Transglobal Underground e Renegade Soundwave. John Peel tocou tanto essa música no seu programa da BBC que um ano depois de lançado, Sahara Elektrik ganhou edição inglesa. Já nos EUA, Brian Eno, David Byrne e Paul Simon eram todos fãs.

Dissidenten & Lem Chaheb – Sahara Elektrik

01. Inshallah
02. Fata Morgana
03. El Mounadi – The Desert Life
04. Sahara Elektrik
05. Casablanca – Wacha Wacha
06. Hidden Track
07. Shadows Go Arab

Bônus

Esse vídeo gravado ao vivo recentemente mostra que os caras ainda estão em forma!

BLK JKS

21 Oct

SC197lpjacket

O BLK JKS (Black Jacks) é de Joanesburgo, África do Sul. Mas bem que poderia ser do Brooklyn, EUA. Exemplo primoroso da misturada geral que tá rolando entre tudo e entre todos, o BLK JKS é rock, post-rock, afro beat, dub, prog, ambient, jazz. Muitos devem dizer: nem parece africano. Mas ora bolas. Porque o BLK JKS precisa soar, sei lá, como Fela Kuti? Porque o BLK JKS não pode parecer com o TV on the Radio? E porque o Fool’s Gold, americano, não pode ter aquela guitarrinha congolesa?

blkjks

O lance é o seguinte. After Robots, primeiro disco cheio do BLK JKS, banda formada em 2000, é uma das melhores coisas lançadas esse ano. Denso, pesado, viajante, climático, épico e mais um montão de adjetivos.

BLK JKS – Summertime (essa é do EP Mysteries)

BLK JKS – Molalatladi (bitrate vagaba)

BLK JKS – Banna Ba Modimo (bitrate vagaba)

Cheetah rocker: El Mato A Un Policia Motorizado

8 Jun
Apesar de ainda não ter aparecido por aqui, o rock é um gênero muito atuante na Cheetah. E o rock latino, claro, tem sido cada vez mais apreciado. Seguindo a linha de Charly Garcia, passando por Los Fabulosos Cadillacs e Kinky, a banda da vez vem da Argentina. E é boa demais. El Mato  A Un Policia Motorizado.
A banda, de Mar del Plata, tem 3 discos e está começando a ganhar projeção nacional, com matéria de destaque na Rolling Stone argentina em abril. Fizeram inclusive uma cover do clássico do Jesus and Mary Chain, Head On.
Seu terceiro disco, Dia de los muertos, é muito bom, do início ao fim.
E se o El Mato em estúdio arrebenta, ao vivo eles conseguem ser ainda melhores. Palavra da Cheetah, que conferiu uma apresentação deles em Buenos Aires esse ano.

El Mato A Un Policia Motorizado – Vienen bajando

El Mato A Un Policia Motorizado – Mi proximo movimiento

%d bloggers like this: