Archive | global guettotech RSS feed for this section

Global Guettotech na MTV

14 May

Chico Dub fez uma participação bem no iniciozinho do Extrato MTV sobre o tema. Ficou bacana!

Advertisements

Villa Diamante na Dancing Cheetah_06 de julho

19 Jun

O argentino Diego Bulacio, o Villa Diamante, é o rei dos mashups de cumbia com pop, rock e eletrônica. Um dos fundadores (ao lado de Nim e El G) do Zizek, coletivo mais importante da nova música latino-americana, Villa representa com seus mashups a palavra mais cara da música do século 21: mistura.

Depois de receber El Remolón e os Frikstailers, dois dos mais talentosos membros do cast zizekiano, é com muito muito orgulho que a Dancing Cheetah anuncia a presença de Villa Diamante em uma de nossas festas – no caso, dia 06 de julho, na Casa da Matriz (data que também vai contar com a Makula). Se a Dancing Cheetah existe, muito da culpa é desses fabulosos produtores argentinos, mestres na arte de juntar passado, presente e futuro em sua música eletrônica periférica.


—Dancing Cheetah entrevista Villa Diamante


DC: Como é uma festa do ZZK?

VD: Muito divertida! O que sempre acontece no Zizek é que nunca se sabe muito bem o que vai acontecer! Somos várias pessoas que se juntam para dançar e curtir a música. Por amor ao baile!

DC: Como você vê o ZZK hoje, depois de 3 anos da fundação do coletivo?

VD: Acredito que os artistas e público amadureceram. Continuamos com a meta de experimentar com a música de festa e seguimos adiante sem repetir fórmulas. Estamos sempre tentando surpreender o público e a nós mesmos, artistas do selo.

DC: Quais são os próximos projetos do ZZK?

Muitos! Os novos discos do Chancha Via Circuito e do Tremor são excelentes, um passo a frente de tudo o que já fizeram. Os EPs do El Remolón e dos Frikstailers também são muito emocionantes. Neste momento, Fauna, El Remolón e El G estão em turnê pela Europa, e durante julho e agosto estarão, junto com Tremor e Chancha, nos EUA, Canadá e México. Bom, e eu estarei de volta ao Brasil, o que me deixa muito feliz! E finalmente, estamos tentando criar a ZZK TV com a ajuda dos fãs através do Kicksterters.

DC: Falando em Brasil, como foram as suas passagens pelo país?

VD: Ótimas! A primeira vez que toquei no Brasil foi há muitos anos atrás com o pessoal do Capacete, no Rio de Janeiro, em uma festa no ateliê do Ernesto Neto.  A segunda vez foi em São Paulo na Cha Cha Cha junto com o Fauna, foi uma ótima experiência com todo mundo dançando.

DC: A cumbia é um fenômeno mundial? (Vc acha que ela conseguiu romper as fronteiras latino-americanas? Até aonde a cumbia pode chegar?)

Sem dúvida que a cumbia é um fenômeno mundial, e isso tem a ver com um monte de fatores sociais, culturais e artísticos. Acho que é um assunto profundo, mas acho que tem a ver com uma fusão entre as novas tecnologias, o mp3, o software livre, as redes sociais e a internet somado a sensualidade e a diversão da cumbia e suas diferentes variantes ao redor da América Latina, já que a cumbia de Buenos Aires não é a mesma que de Cartagena e nem a da Cidade do México. Acredito que a qualidade artística e musical dos novos artistas de cumbia está a altura de qualquer produtor de minimal techno alemão, de dubstep inglês ou de pop americano.

DC: Vc é muito conhecido pelos mashups de cumbia com pop. Pretente um dia produzir conteúdo próprio?

VD: Sim, claro! Estou trabalhado com El Remolón e Chancha Vía Circuito em algumas faixas, mas a realidade é que o mashup me dá liberdade e diversão para brincar com a música e criar coisas novas. Acho que para produzir mais e melhor eu deveria deixar de me dedicar tanto ao ZZK Records, mas por enquanto sigo em frente com meus sócios DJ Nim e Grant no Zizek, trabalhando muito para seguir com o selo, a festa e os artistas. Mas terei meu tempo para produzir, assim espero!

DC: Qual o seu top 5 atual?

VD: Fazer um top 5 sem citar qualquer dos artistas do ZZK Records é muito difícil pra mim. Além de trabalharmos juntos e de sermos amigos, sou fã de todos eles. Relmente recomendo que vocês escutem Tremor, Frikstailers, Fauna, Chancha Vía Circuito, El Remolón, King Coya, Lagartijeando e Douster. Fora do Zizek, venho escutando ultimamente Ramadanman, Meneo, Uproot Andy, Bomba Estereo e Roska.

VILLA DIAMANTE – EMPACHO DIGITAL

01-Intoxicados – Comandante (Villa Diamante cumbiastyle)
02-Villa Diamante – Calle 13 vs M.I.A.
03-Villa Diamante – Chancha Vía Circuito vs Nelly
04-Villa Diamante – Arcade vs Spankrock
05-Villa Diamante – Marcelo Fabian vs Homebwoi
06-Villa Diamante – Spektre vs Nelly Furtado & Calle 13
07-Villa Diamante – Surtek Collective vs Modeselector
08-Villa Diamante – Frikstailers vs Calle 13
09-Villa Diamante – Fauna vs Tego Calderón
10-Villa Diamante – Peter Rap vs Ludacris
11-Villa Diamante – Marcelo Fabian vs Dante
12-Villa Diamante – Chancha Vía Circuito vs Lil Mama
13-Villa Diamante – El Remolón vs Chingo Bling
14-Villa Diamante – Marcelo Fabian vs Tego Calderón
15-Villa Diamante – Oro11 vs Kelis
16-Villa Diamante – El Trip Selector vs Voltio y Tego
17-Villa Diamante – Emisor (cumbia style)
18-Villa Diamante – Tremor vs Arianna Puello
19-Villa Diamante – Emisor vs Dead Prez
20-Babasonicos – Farsa (Villa Diamante Edit)

VILLA DIAMANTE – DUBSTEPERISMO
(THE DALEDURO INFLUENCE)

01-Villa Diamante – Tonolec vs Kromestar
02-Villa Diamante – Doña María vs Ital Tek
03-Villa Diamante – Intoxicados vs Kromestar
04-Villa Diamante – Daleduro vs Calle 13
05-Villa Diamante – Benga & De La Guetto feat Randy
06-Villa Diamante – Skream vs Gallego
07-Villa Diamante – Scuba vs Alexis & Fido
08-Villa Diamante – Eloy vs Mbz
09-Villa Diamante – Ital Tek vs Jomar
10-Villa Diamante – Daleduro vs Jahcoozi
11-Villa Diamante – Juana Molina vs Benga
12-Villa Diamante – Lykke Li vs Martyn
13-Villa Diamante – Daleduro vs Lady Tigra

VILLA DIAMANTE – ROCK AR

01-Villa Diamante – Victoria Mil vs Clipse
02-Villa Diamante – Charly Garcia vs Busta Rhymes
03-Villa Diamante – Los Encargados vs Big Boi
04-Villa Diamante – Abuelos de la Nada vs Old Dirty Bastard
05-Villa Diamante – Plastilina Mosh vs Mike Jones
06-Villa Diamante – Babasonicos vs Crime Mobb
07-Villa Diamante – Antonio Birabent vs Fergie
08-Villa Diamante – Adrian Cayetano Paoletti vs Jurassic 5
09-Villa Diamante – Sumo vs Clipse

Até a data de estreia, fique ligado neste espaço pois vamos postar entrevistas com todos os convidados (Makula, João Brasil, Matias Maxx, Baptist, Ajax, Nego Moçambique, Lucas Santtana e El Rocker).

Pitch Perfect: todos os continentes

12 Jun

Como prometido, seguem os outros capítulos do projeto Pitch Perfect, uma empreitada da Nike com a revista Fader. É com extremo orgulho que publicamos essa série de mixes no blog. Sinal de que o global guettotech vai muito bem, obrigado. Tudo junto, misturado e pós-moderno. E aí, qual a sua mixtape preferida?

Nike Sportswear x The FADER’s Pitch Perfect Mixtape #6: Africa by Spoek Mathambo

Tim Turbo f. Spoek Mathambo and Gnucci Banana, “Linyora” (SA)
DJ CNDO, “Terminator” (SA)
DJ Mujava f. DJ Menace, “Tshwara” (SA)
BB Ramazani, “Fouka Fouka” (Cote D’ivoire)
Dirty Paraffin, “Aha” (SA)
Pastor Mbhobho, “Ayobaness” (SA)
Shanaka, “2010 Fooball” (Cote D’ivoire)
Spoek Mathambo, “Mshini Wam” (South Africa)

Nike Sportswear x The FADER’s Pitch Perfect Mixtape #5: North America by Chief Boima

Los Rakas, “Abrazame (Uproot Andy Remix)” (United States/Panama/Canada)
Mr. OK, “Poto Mitan” (Canada/Haiti)
M.anifest, “Swing Low” (United States/Ghana)
Tabi Bonney, “Tick… Tick” (United States/Togo)
Toy Selectah, “Half Colombian-Half Mexican Bandit” (Mexico)
Dubbel Dutch, “Throwback” (United States)
Kush Arora, “Humidifier Jammer Club Edit” (United States)
Rita Indiana, “Poderes” (United States/Dominican Republic)
Theophilus London, “Don’t Be Afraid” (United States/Trinidad and Tobago)

Nike Sportswear x The FADER’s Pitch Perfect Mixtape #4: Asia by DexPistols

Gaines & Mr.Q, “Fly High (M.S.K. Remix)” (Japan)
Clash the Disko Kids, “Aneurysm (Nando Remix)” (Singapore)
iLoop, “Day” (China)
Tigerstyle f. Vybz Kartel, Mangi Mahal & Nikitta, “Balle! Shava! (Sinden Remix)” (India)
DexPistols, “Bird of Paradise (Lapsap & Goldfish Remix)” (Japan)
Balkan Beat Box, “Balkumbia (Sub Swara Remix)” (Israel)

Avalanches, “Summer Crane”
POND, “Mussels Tonight?”
Bell Towers, “Scavengers”
Tame Impala, “The Bold Arrow of Time”
Canyons, “Blue Snakes”
Tortoiseshell, “This Girl”
Nike Sportswear x The FADER’s Pitch Perfect Mixtape #2: Europe by Sinden

Sinden & WAFA, “Afrodizzier” (United Kingdom)
Gregor Salto & Mokoomba, “Messe Messe (Afro Dub)” (Netherlands)
Bok Bok, “Dance Report” (United Kingdom)
Canblaster, “No 23″ (France)
Bambounou, “Nappyhead” (France)
Jamtech Foundation, “Too Fast (Zombie Disco Squad Remix)” (Sweden)
El Hijo de la Cumbia, “Soy El Control” (Argentina)
Petrona Martinez, “Un Nino que Llora en los Montes de Maria (King
Coya & Axel K Remix)” (Colombia/Argentina)
Choc Quib Town, “Somos Pacifico” (Colombia)
Fauna, “El Gauchito Gil” (Argentina)
Princesa, “Aqui Ilego Princesa (Frikstailers Remix)” (Argentina)
Samba de Coco Raízes de Arcoverde, “Ê Boi (Maga Bo Remix)” (Brazil)
Lucas Santtana, “M’Bala” (Brazil)
Digitaldubs Sound System, “O Arrego feat. Biguli” (Brazil)
Systema Solar, “Bienvenidos” (Colombia)
King Elio Boom, “El Fulo” (Colombia)
Jahdan Blakkamoore, “Earthshaking” (Guyana)

Copa do Mundo_África do Sul – faltam 7 dias

5 Jun


DJ Clock feat. Big Nuz, Tzozo & Sox – Xavatha (Woza Chynaman)

De todos os países queridos pela Cheetah, a África do Sul é sem dúvida o que tem mais capacidade de explodir em escala gobal. Desde 2007, quando o hino Township funk surgiu pela Warp e mostrou que diabos era o kwaito, todos os radares das novas tendências eletrônicas estão apontados para a Cidade do Cabo e Joanesburgo. A Cheetah poderia evidenciar um monte de estilos diferentes neste post. Poderia mostrar inclusive que uma das melhores bandas de rock do mundo é sul africana. Porém, optamos por mostrar nos dez vídeos abaixo o quão house é a África do Sul hoje. Dá-lhe kwaito.

DJ Mujava – Township funk

DJ Cleo – Ruthless

JR feat HPP – Show dem (make the circle bigger)

DJ Mzi ft. DJ Cleo & DJ Tira – Lyabenuzisa

Josi Chave – The Hunger

TKZee – Dikakapa

DJ Sbu – Vuvuzela Bafana

Culoe de Song feat. Mhongo – Webaba

Dr. Duda feat. Zodwa – Flying high

Sweat.X – Big Hospital

Pra ouvir fora do computer, a Cheetah sugere a ótima coletânea Ayobaness! (The sound of African house). Outra dica incrível, só que mais eclética, é o African Swim, inteirinho de graça.

Pitch Perfect: South America

1 Jun


Legal esse Pitch Perfect, projeto da Fader com a Nike. O primeiro volume foi curado pelo Maga Bo e tem como foco a América do Sul. O Maga Bo, você sabe, é um dos grandes nomes do global guettotech.

Nike Sportswear x The FADER’s Pitch Perfect Mixtape #1: South America by Maga Bo

El Hijo de la Cumbia, “Soy El Control” (Argentina)
Petrona Martinez, “Un Nino que Llora en los Montes de Maria (King
Coya & Axel K Remix)” (Colombia/Argentina)
Choc Quib Town, “Somos Pacifico” (Colombia)
Fauna, “El Gauchito Gil” (Argentina)
Princesa, “Aqui Llega Princesa (Frikstailers Remix)” (Argentina)
Samba de Coco Raízes de Arcoverde, “Ê Boi (Maga Bo Remix)” (Brazil)
Lucas Santtana, “M’Bala” (Brazil)
Digitaldubs Sound System, “O Arrego feat. Biguli” (Brazil)
Systema Solar, “Bienvenidos” (Colombia)
King Elio Boom, “El Fulo” (Colombia)
Jahdan Blakkamoore, “Earthshaking” (Guyana)

Ainda vão rolar mais cinco mixtapes, cada uma representando um continente. Fique ligado para edições contemplando Europa, América do Norte, Asia, Australia e África.

Lazerproof

27 May

A blogosfera inteira só fala na mixtape do Major Lazer com a La Roux. Curioso, né? Já ouviu? Não? Então baixa aqui.

LAZERPROOF TRACKLISTING

1. Bulletproof (Nacey Remix ft. Matt Hemerlein)
2. Colourless Artibella
3. I’m Not Your Lemonade + Heroes ‘N‘ Villains Remix ft. Gucci Mane
4. Independent Kill ft. Candi Redd
5. Keep It Fascinating
6. Magic (Falling Soldiers Dub)
7. In 4 The Kill Pon De Skream
8. Houstatlantavegas Pains ft Drake
9. Tigerlily (DYWHAP Blend) ft. Rusko
10. Can’t Stop Now (Armor Love Remix)
11. Quicksand (Mad Decent 2010 Rerub) ft. Amanda Blank
12. Cover My Eyes (Costra Nostra Edit)
13. I Said It (Major Lazer Dubplate) ft. Opal
14. Hold Yuh (Double Dubplate) ft. Gyptian

Lucas Santtana & Dancing Cheetah

26 May

Sábado tem show do Lucas Santtana no Rio com discotecagem da Cheetah (antes e depois).  Confira todas as coordenadas no flyer acima e mande o seu nome para a lista amiga: dancingcheetah09@gmail.com

3 perguntas para Lucas Santtana

DC: Você disse em entrevistas passadas que é bastante influenciado pelas festas que freqüenta. E que isso acaba repercutindo na sonoridade dos seus discos. Se a lógica é essa, será que vamos ouvir alguma coisa de global guettotech no seu próximo disco?

LS: Hahahahaha, rapaz, é bem provável, mas nunca se sabe né? Eu discoteco esse tipo de som também, então de alguma forma já coloco isso pra fora. Mas meus discos sempre tem beats de origem negra e graves poderosos, então, se pensarmos assim, com certeza terá.

DC: Essa coisa do global ficou tão forte que vc tá com um projeto de festa em SP, né? Explica como é a Boom Boom.

LS: A BOOM BOOM nasceu de um desejo antigo meu e do El Roquer (Confronto Sound System – Bsb) de fazer uma festa de global guettotech em São Paulo. Daí, El Roquer chamou o Nego Moçambique e o Barata (Criolina) para fazer com a gente. Depois pensamos em fazer uma edição da festa no Rio e em Brasília também. Assim ficaria uma festa interrestadual. Para a festa no Rio pensamos nos embaixadores do global guettotech aí. Uns caras da Dancing Cheetah, conhece? E em Brasília, a galera do Confronto mesmo.
Sábado passado rolou a primeira edição aqui em São Paulo, casa cheia e saldo mais do que positivo, principalmente porque muitos que foram não conheciam o som, mas se divertiram mesmo sem conhecer.E festa é meio que isso né? Ninguém precisa ir lá e saber qual é a música, de quem é, etc. Quando rola essa indentificação é o céu, mas não é requisito para uma festa acontecer.

DC: Quando o povo aqui do Rio se refere a vc falamos sempre no bahiano-carioca Lucas Santtana. O quanto disso é verdade. Ou o que vc tem de bahiano e o que vc tem de carioca?

LS: Nasci e fui criado em Salvador. Moro no Rio há 16 anos, e há 1 ano venho “morando” na ponte rio- são paulo. Adoro São Paulo. Me sinto bem aqui, por mais estranho que isso pareça.hahahahaha. Sei que é clichê falar isso, mas desde adolescente na Bahia sempre tive um sentimento forte dentro de mim de que eu era e estava para o mundo. Vai ver é por isso que eu gosto tanto de global guettotech, haushaushaushaus!

O que o Lucas gosta de ouvir (e tocar)

%d bloggers like this: